>> Cultura

 

A religiosidade é uma característica marcante da população de Tracuateua. Em cada canto deste município é realizada alguma festividade. Merecem destaque: a festa de São Benedito e São Sebastião, comemorada nos dias 19 e 20 de janeiro, quando a Marujada se apresenta; o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, que acontece no terceiro domingo de agosto, na sede do município e a Festa de Nossa Senhora de Fátima, realizada desde 1959, em novembro, na comunidade de Vila Fátima.

Mas há também outras manifestações culturais como a Cavalhada e o Festival Folclórico que reúne apresentações tradicionais como quadrilhas juninas e danças regionais. Os Bois-Bumbás e os Cordões de Pássaros, outros dois exemplos da cultura popular de Tracuateua, embora tradicionais na região, surgem e desaparecem, sem marcar identidade. Eles são organizados por ocasião dos festejos juninos.

O município também abriga edificações e prédios que contam um pouco da história da região e do seu povo, como: a Igreja de São Sebastião, datada da década de 1960, aberta ao público nos horários das atividades religiosas. Sua fachada foi recentemente revestida em cerâmica (lajota); a Igreja de Fátima, localizada na praça central da localidade de Vila Fátima, que exibe um mural com pinturas que retratam inúmeras igrejas de municípios vizinhos; a Antiga Estação Ferroviária, datada do início do século XX, atualmente adaptada para abrigar a Câmara Municipal de Tracuateua e a Agência dos Correios e Telégrafos.

As Marujas festejam São Sebastião
 
Cavalhada, uma tradição no município
 
Quadrilha junina, atração do Festival Folclórico
 
Igreja Matriz (São Sebastião)
 

Design: Cristina Silveira